Nahra Mestre

Escrever foi algo inusitado. Quando nova, nunca fui uma amante da literatura, minha paixão sempre foram os números. Descobri o prazer da leitura na terceira década de vida. Devorei, mastiguei, engoli e não consegui mais parar.

Sem pensar muito resolvi criar histórias. Escrever foi uma catarse, onde encontrei um pedaço que me faltava.

Meu primeiro livro foi escrito em 2015 e depois que esse bichinho maluco e inusitado me picou não consegui mais parar.